• 16 2138-8000
  • ribsilk@ribsilk.com.br
  • Seg - Sex: 07:30 - 17:30
10/01/2017

A universitária Bianca Franco, 24, viu o Carnaval 2012 passar pela TV por conta de uma entorse logo no primeiro dia da folia. "Estava com uma sandália que tinha um saltinho e virei o pé no caminho para o trio. Fui obrigada a ficar de molho em casa", relata.

O salto é a opção adotada por muitas mulheres, sobretudo para aquelas que preferem o conforto dos camarotes. Mas, apesar de deixar a mulher mais elegante, ele pode causar tendinites, entorses e até mesmo fraturas.

Desconforto - "O salto sobrecarrega o joelho e a coluna porque projeta o corpo para frente. Além do risco de infecção por conta da sujeira na rua, o uso do salto pode gerar desconforto na coluna", explica o fisioterapeuta e educador físico Marcelino Lima.

Segundo ele, a melhor opção para enfrentar a maratona carnavalesca é o tênis. E para aqueles que têm joanete ou ficam com as unhas machucadas com o uso do calçado, há solução.

"Há muitas opções de tênis no mercado que podem acomodar os joanetes e evitar que as unhas inflamem. O ideal é que o folião procure um tênis flexível e confortável, que se adapte ao pé", recomenda.

O profissional lembra que o tênis não deve ser novo. "O ideal é que o calçado tenha um tempo de uso, possua amortecimento e não seja duro na frente", orienta.

Uma outra dica de Lima é alongar os pés e pernas, antes e depois da folia, e fazer  massagem relaxante ao chegar em casa. "A massagem traz vários benefícios,  como relaxamento dos músculos tensos, alívio da dor e melhora da circulação sanguínea", pontua.

Além do cuidado com os pés e pernas, os ouvidos também merecem atenção  por conta do som alto emitido pelos trios elétricos.

Audição - Segundo dados da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial (ABORL-CCF), o ouvido humano suporta até 85 decibéis, mas a aparelhagem utilizada nesta época do ano chega a atingir intensidades sonoras de até 130 decibéis.

Isto é equivalente ao ruído de uma pista de aeroporto ou a uma serra elétrica. O folião deve ficar atento porque, segundo o órgão, exposições acima de 85 decibéis já podem acarretar lesões ao ouvido. Muitas vezes irreversíveis, levando até mesmo à perda auditiva.

Beber bastante água para hidratar o corpo e consumir alimentos leves também é importante.

Fonte: Jornal A Tarde

  • Telefone:
    16 2138-8000

  • Av. Cel. Quito Junqueira, 599
    Campos Elísios
    Ribeirão Preto - SP

Sobre Nós

RibSilk - A Verdadeira Camiseta - Ribeirão Preto

Fabricação de Camisetas Promocionais Personalizadas, Abadas, Uniformes Esportivos, Escolares e Corporativos.

Conexões
Localização

Av. Cel. Quito Junqueira, 599
Campos Elísios
Ribeirão Preto - SP
16 2138-8000
ribsilk@ribsilk.com.br

Todos os direitos reservados - © 2021
Criação de Sites - Otimização de Sites (SEO) RGB Comunicação